Minha 34ª primavera

Estella (mainha) e Mario (painho)

 Nossos ídolos
Ainda são os mesmos
E as aparências
Não enganam não

Vestido de soldado com Adriana (irmã)

Paz entre nós, guerra aos senhores

Façamos greve de soldados

Somos irmãos trabalhadores


Lutador de judô

 Se eu ousar catar
Na superfície de qualquer manhã
As palavras de um livro
Sem final, sem final… final!

Passeio de barco na Lagoa Mundaú

 Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande,
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo
e a (minha alma) a lenha desse fogo.

Ferimento, logo depois de traquinagem escolar

 E prá você
Eu deixo apenas
Meu olhar 43

Flamengo até morrer!

Uma vez flamengo,
Sempre flamengo.
Flamengo sempre, eu hei de ser.
É meu maior prazer vê-lo brilhar,
Seja na terra, seja no mar.
Vencer, vencer, vencer!
Uma vez flamengo,
Flamengo até, morrer!

Manifestação em Brasília, 1999.

 Nas favelas, no senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação

Sempre aprendendo mais!

Os amores na mente
As flores no chão
A certeza na frente
A história na mão
Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Aprendendo e ensinando
Uma nova lição

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Política

Elite podre de AL segue GARGALHANDO!

 

A elite podre de Alagoas segue gargalhando na cara do povo enquanto nosso estado segue com os piores índices sociais do país!

Gargalham da EDUCAÇÃO;

Gargalham da SAÚDE;

Gargalham da SEGURANÇA;

Gargalham da CORRUPÇÃO;

Gargalham da IMPUNIDADE;

GARGALHAM, GARGALHAM E GARGALHAM!

Primeiro foi o governador Teotônio Vilela (PSDB) que soltou uma sonora GARGALHADA aloprada quando perguntado sobre reajuste dos servidores. Depois os Deputados Estaduais envolvidos em inúmeros escândalos de desvio de dinheiro público da Assembléia Legislativa de Alagoas; seguem GARGALHANDO na cara do povo! Agora foi a vez dos vereadores de Maceió, da bancada do prefeito, que GARGALHARAM após votarem contra requerimento da oposição impedindo convocação do IPREV para responder irregularidades! Os mesmos vereadores que já tinham GARGALHADO da CEI do LIXO, voltam a GARGALHAR, GARGALHAR, GARGALHAR!

Falta descobrir qual é a PIADA ou quem é o PALHAÇO!

 

3 Comentários

Arquivado em Política

Quando a notícia adoece: como está a saúde de Teotônio Vilela?

Atualizado, hoje 07 de  julho de 2011!

De acordo com o jornalista Bernardino Souto Maior, em seu blog no portal Cada Minuto “o governador se submeteu, ontem, no hospital Santa Casa de Misericórdia de Maceió, a uma tomografia. O diagnóstico da inflamação em divertículo acentuada foi acompanhada mais uma vez da recomendação de cirurgia. Teotonio será operado no Hospital Sírio-Libanes no sábado. A equipe será do médico Raul Catuit”

Leia informação completa no blog do Bernardino, aqui.

Considero o debate político um processo extremamente rico e fundamental para a evolução da democracia no Brasil. É a partir da política que o caminho no qual a cooperação e o confronto de idéias será por diversas vezes acionado para mediar situações contraditórias, de interesses e posturas inversas e, num dado momento, até mesmo irreconciliável.

Convergir e dar passos a frente é um exercício importante que poucos conseguem desempenhar na sociedade atual. Inúmeras são as reflexões e os embates na busca de um caminho, no qual, a grande maioria da sociedade seja efetivamente contemplada.

Na política, importantes ações são definidas visando atingir objetivos daqueles que conseguiram articular parte da sociedade em torno de suas idéias. É assim que grandes decisões mudam os rumos políticos e sociais na história.

Infelizmente, a realidade é bem outra e a sociedade não é educada, instruída, ensinada, qualificada para o debate político, para o diálogo entre diferentes posições políticas e visões de mundo. O que presenciamos são ataques pessoas, acusações morais ligadas a vida intima das pessoas. Sem argumentos plausíveis para tamanha pequeneza política, verificamos a derrota do diálogo construtivo e a vitória da imposição, do grito, da força, da intransigência.

A escola, a família e os meios de comunicação compõem uma parcela importante dos setores sociais que deveriam despertar tais reflexões e germinar, amadurecer e consolidar a democracia.

Os meios de comunicação são ferramentas importantes, principalmente, aquelas ligadas às redes sociais que procuram desenvolver processos de interação com seu público com bastante força e intensidade.

No entanto, nem sempre é assim. Ou melhor, quase nunca é assim. Recentemente em matéria de capa a revista Época (clique AQUI) chamou negativamente a minha atenção pela postura covarde e pequena ao tentar expor a presidenta Dilma com especulações infundadas sobre sua saúde. Com uma capa “sordidamente mórbida”, como afirmou Brizola Neto (leia AQUI), utilizando de informações do hospital Sírio Libanês, a revista usa de artifício semiótico baixo fazendo crer que Dilma na foto da capa está morta, com os olhos fechados e dentro de um caixão.

A revista tenta claramente desestabilizar a opinião pública com informações superficiais, obtidas de forma duvidosa criando uma cadeia de informações e especulações sobre a saúde da presidenta Dilma.

Considero tal procedimento repugnante, típico de uma imprensa marrom que se mantém fiel aliada do PSDB/DEM, que tentam, sem sucesso, atuar enquanto opositores, porém sem saber comportar-se como tal pois utilizam-se de toda e qualquer arma para atingir o governo.

A postura da revista não foi criticada por nenhuma liderança nacional do PSDB, ao contrário, muitos gostaram e se regozijaram com tais informações patéticas e desonestas sobre a saúde da presidenta.

Se tal postura adotada pela revista Época, estivesse correta, poderíamos afirmar que em Alagoas o governador Teotônio Vilela (PSDB) sofre há nove anos e luta cotidianamente contra grave doença que já matou o ex-presidente Tancredo Neves (leia AQUI) e ex-governador de Alagoas Luís Abílio (leia AQUI)? Acredito que não!

Em 2002, segundo portal Folha.com (clique AQUI): “O senador Teotônio Vilela Filho (PSDB-AL) está internado em observação no hospital Santa Lúcia, em Brasília. Ele foi socorrido na manhã de hoje após passar mal quando chegava ao plenário do Senado. Vilela chegou a ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), de onde recebeu alta às 15h”.

Em 2007, a Gazetaweb (clique AQUI) informa: “O governador Teotônio Vilela embarcou no início da noite de ontem para São Paulo, onde faz a partir de hoje uma série de exames no hospital Albert Einstein, que vai definir a necessidade de cirurgia de diverticulite, como tem recomendado a equipe médica de Vilela”. O site Alagoas24h também registra a crise de diverticulite (clique AQUI): “Recuperado da diverticulite, o governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), passou a manhã de hoje despachando no Palácio República dos Palmares”.

Enfim, em 2011, mais uma crise de diverticulite atinge o governador segundo site de notícias Gazetaweb (clique AQUI). Já a página da Secretaria de Estado da Comunicação não informou motivo da ausência do governador (clique AQUI). No entanto, Marcos Fireman, secretário de Infraestrutura do Estado de Alagoas e Presidente do PSDB de Maceió informou em seu microblog (twitter) que “o Governador @teotonio45, ainda não está totalmente recuperado da diverticulite e me concedeu a honra de representa-lo nessa cerimônia”.

A crise política e econômica que vive o estado de Alagoas pode ser menos grave do que o estado de saúde do governador? Pode até ser, mas a pauta que a imprensa deve se basear para debater não são ligadas a saúde do governador, mas sim as suas políticas destinadas aos serviços públicos, do contrário, estará fazendo sensacionalismo barato tal qual aquele feito pela revista Época.

1 comentário

Arquivado em Política

Confira a lista de parlamentares donos de rádio e TV

Por: Renata Camargo, Do Congresso em Foco
30/05/2011

Os dado são do Ministério das Comunicações. Cadastro, que passa a ser permanente, traz o nome de 56 deputados e senadores que são sócios ou têm parentes no comando de emissoras

O Ministério das Comunicações divulgou nesta segunda-feira (30) o cadastro dos donos de rádios e TV no país. Considerado uma “caixa-preta”, o cadastro traz o nome de 56 deputados e senadores que são sócios ou têm parentes no comando de emissoras de rádio e televisão. A lista passa a ficar permanente no site do ministério.

“Com esta divulgação ampla avançamos na transparência e acreditamos que a sociedade poderá nos ajudar na fiscalização do setor”, disse o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. O cadastro de rádios e TVs, comerciais, educativas e comunitárias, com a composição acionária de cada uma, pode ser consultado por estado ou município.

Veja a lista de entidades por localidade

Confira a lista de sócios e diretores por entidade

O cadastro traz a relação de sócios e diretores por empresas de comunicação. Na lista, são apontadas 291 TVs, 3.205 rádios e 6.186 retransmissoras comerciais existentes no país. Entre os donos de emissoras, estão famílias como os Sarney, no Maranhão, dona da Televisão Mirante, e os Collor, proprietários da TV Gazeta de Alagoas.

Dos 56 parlamentares que constam na lista, 12 são do PMDB, segundo levantamento do jornal Folha de S. Paulo. Muitas concessões de rádio e TV foram dadas pelo governo federal na época em que o atual presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), era presidente do país.

O segundo na relação de partidos com concessões é o DEM, antigo PFL. Na lista, 11 congressistas da legenda aparecem como sócios ou diretores de emissoras. O DEM é o partido do ex-ministro das Comunicações Antonio Carlos Magalhães, cuja família controla um grupo de rádio e TV na Bahia.

De acordo com a legislação, político pode ser sócio de rádio e TV, mas não pode exercer cargo de diretoria. A restrição é para tentar evitar o uso dos veículos de comunicação para facilitar campanhas e prejudicar adversários.

1 comentário

Arquivado em Política

Estudantes e redes sociais entram na luta em Alagoas!

Recebi hoje um e-mail de jovens estudantes que participaram da manifestação do último dia 27 de maio (sexta-feira), às 8h, reunindo mais de 250 estudantes em frente ao Palácio do Governo. Agora, segundo os estudantes, realizarão um novo ato – desta feita um ato unificado – com os servidores públicos de Alagoas na próxima semana.

Vale lembrar que o Ato ocorrido no último dia 27 foi uma ação construída integralmente nas redes sociais (e-mail, twitter, blogs, facebook), tendo por base um e-mail falso (anônimo) do falso “movimento caras-pintadas” como base dessa convocação, tal qual um panfleto apócrifo (tática comum dos governos de direita para confundir o movimento).Tal situação provocou a reação das entidades sindicais que resolveram não participar do ato e se posicionaram através de nota pública, junto a sociedade sobre  o anonimato do ato.

No entanto, graças a boa fé da grande maioria dos estudantes alagoanos descontentes com o governo Teotônio Vilela, um sentimento de unidade entre as entidades estudantis de Alagoas, reuniu alguns Centros Acadêmicos, membros do DCE, UNE, ANEL, UJS, MEPR, além de militantes políticos das juventudes do PCdoB, PT e PSTU num ato significativo, legítimo e pacífico em pleno centro da cidade.

Para a próxima semana já existe uma agenda definida organizada pelo movimento unificado (Policiais Civis, Militares e Bombeiros) e demais categorias que irei atualizando aos poucos de acordo com as informações que chegarem. Segue agenda, atual:

Calendário de luta Sinteal:

31/05 (terça-feira): Sinteal e núcleos regionais continuarão visitando as escolas de Maceió e do interior do estado, mobilizando a categoria na campanha salarial e na luta contra a intransigência do governo do Estado;

1/06 (quarta-feira): Assembléia geral da educação, às 14h, no Clube Fênix Alagoana para encaminhamentos de luta.

Calendário de luta Sindpol:

01/06 (quarta-feira): Sindpol convoca os policiais civis para participar da mobilização unificada dos servidores públicos, policiais militares e agentes penitenciários na próxima quarta-feira (01/06), A concentração será, na Praça Deodoro, às 15 horas.

Calendário de lutas Assomal:

30/05 (seguda-feira): Reunião na Assomal, às 14h, para organizar ações das mulheres dos PM´s (PANELAÇO);

01/06 (Quarta-feira): Mobilização da categoria, às 14h, na Praca Deodoro Mobilização!

Segue e-mail dos estudantes:

No dia 27 de maio, os estudantes alagoanos mostraram que a mobilização é possível e necessária. O ato desse dia nasceu de uma forma “natural” e “espontânea”, marcando a história de lutas do estado de Alagoas.

É por acreditar que os estudantes devem estar articulados com os trabalhadores, que o movimento estudantil foi às ruas. O ato conseguiu reunir centenas de pessoas, a cada rua que se passava o número de adesões aumentava. O povo alagoano soltou a voz contra um governo que não o representa verdadeiramente.

Sendo assim, convidamos toda a sociedade alagoana a participar do ato que acontecerá quarta-feira (01/06), às 15h na Praça Deodoro. Unificando toda a população insatisfeita com esse governo!

É tempo de se somar a luta.

Mobilizações para o segundo grande ato com os estudantes:

  • 30/05 às 20 horas – 1º TWITAÇO #ForaTeo
  • 31/05 às 20 horas – 2º TWITAÇO #ForaTeo
  • 01/06 às 15 horas – Ato #ForaTeo

Compartilhamento de fotos, vídeos e links do primeiro ato pelo perfil do facebook, aqui!

Mande seus arquivos para forateo.al@gmail.com

Confirme presença no Segundo Grande Ato no link, aqui!

3 Comentários

Arquivado em Alagoas, Educação, Política

Nenhum lutador morre em vão!

Recebi esse e-mail, que também foi encaminhado ao Deputado Aldo Rebelo, através de um grande amigo, o prof. Gerson Maciel (ex-militante do PCdoB).  Achei por bem publicar o desabafo em solidariedade, pois sei que suas palavras são deveras sinceras. Porém, deixo aqui o registro ao amigo Gerson, nenhum lutador brasileiro morreu em vão!

Caro Deputado Aldo Rebelo,

Como ex-militante do PCdoB recebo com muita tristeza o posicionamento do senhor, como relator do código florestal, realmente fico indignado porque embora não faça mais parte das fileiras do partido, sempre mantive uma posição de respeito pelos comunistas, muitos dos quais tombaram na luta, por um país mais democrático e pelo fim do regime ditatorial, entretanto, a posição do partido hoje, jogou no limbo a coragem dos guerreiros que lutaram, foram torturados e assassinados. Hoje os mortos do ARAGUAIA  foram descaracterizados por um partido que ainda diz ser de “ESQUERDA”.

Peço e se preciso for imploro, RESPEITEM OS MORTOS DO ARAGUAIA, votando com os ruralistas vocês jogaram os sonhos dos combatentes no lixo.

Com muita tristeza
boa tarde

Gerson Maciel Guimarães
Professor universitário bahiano mas residente na sua terra deputado: ALAGOAS

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Dário César: ex-braço direito de Collor!

Senador Fernando Collor (@collor_) e o atual Secretário de Estado de Defesa Social, Dário Césa (@dariocesar_)

Dário Cavalcante está no topo da carreira. Aos 48 anos, é coronel da Polícia Militar e secretário da Defesa Social. Fernando Collor o chamou para ser seu segurança logo que assumiu o governo de Alagoas, no início de 1987. Desde logo, reconheceu a eficiência, a discrição e a capacidade de trabalho e organização do policial. Por isso, dois anos depois, encarregou-o de protegê-lo durante a tumultuada campanha eleitoral pela Presidência.

Numa foto famosa daquela época, feita por Chico Ferreira, Collor aparece de punhos cerrados, como se desse uma banana para a multidão que o hostilizava durante uma caminhada por Niterói. Dário Cavalcante está do lado esquerdo do candidato, de terno e gravata, gritando, com as mãos sob o paletó, como se segurasse uma arma.

Ele entrou no Palácio do Planalto, como assessor especial, em janeiro de 1990. Esteve ao lado do presidente o tempo todo. Foi embora em 29 de setembro de 1992, no dia do afastamento de Collor, acompanhando-o no trajeto até o helicóptero com o qual fez seu derradeiro voo do Palácio do Planalto. Foi dos poucos assessores do presidente que não foi acusado de corrupção. E talvez o único a não tê-lo traído, renegado ou criticado. Nunca.

No ostracismo pós-afastamento, continuou a servir o ex-presidente. Na primeira visita de Collor ao Brasil, após a estadia em Miami, só Dário Cavalcante o esperava no aeroporto. Quando o ex-presidente voltou a Maceió, lá estava Dário, como uma sombra, protegendo-o. Em 2003, Collor convidou-o para o cargo de diretor-executivo das Organizações Arnon de Mello, o complexo de comunicação do qual fazem parte a afiliada local da Rede Globo, a Gazeta de Alagoas, um portal de internet, um instituto de estudos, um órgão de pesquisa e três emissoras de rádio.

por Plínio Fraga

Leia matéria completa da Revista Piauí nº56, aqui!


Deixe um comentário

Arquivado em Alagoas, Política