Sobre o Fleming

Alexandre FlemingCoragem e competência são palavras que sempre estiverem presentes na vida de Alexandre Fleming. Carioca, radicado alagoano, nasceu em 8 de junho de 1977 e desde cedo aprendeu que as grandes mudanças só são possíveis com muito esforço e dedicação.

Tendo como espelho sua mãe, Estella, uma professora filiada ao Partido dos Trabalhadores, logo se engajou na luta contra a desigualdade social, através do movimento secundarista, onde participou de grêmios estudantis e das grandes manifestações políticas da década. Entre eles, o ‘Caras Pintadas’, contra o então presidente Fernando Collor, além de participar do movimento contra o Governo Suruagy, que resultou na sua queda, em 1997.

Foi nesse período que Fleming ingressou no PT, permanecendo até 1999, quando, por questões ideológicas, rompeu com a entidade e filiou-se ao Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU).

Anos depois, após ingressar na Universidade Federal de Alagoas como aluno do Curso de História, foi dirigente do Centro Acadêmico, no período de 2000 a 2002. No mesmo ano, foi eleito secretário geral do Diretório Central dos Estudantes (DCE), entidade máxima do movimento estudantil da UFAL.

Durante seu período de militância, atuou em outros momentos importantes para o movimento estudantil, como a Marcha dos 100 mil e como delegado no 47º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE).

A história de Fleming na academia não ficou restrita ao curso de História e nem a sua atuação nas entidades de base. Para quem sempre acreditou no poder do conhecimento,  o caminho era seguir pelo mestrado em Educação, através do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFAL. 

Escreveu diversos artigos em defesa da Universidade Pública e publicou seu primeiro livro em 2007, durante a Bienal Internacional do Livro, realizada em Maceió/AL, com o título “A Reforma da Universidade no Brasil: um discurso (re)velador”. É educador há mais de uma década e trabalhou em diversas escolas e faculdades privadas, cursos pré-vestibulares e projetos sociais.

Procurando novas perspectivas políticas, filiou-se ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e, em 2008, passou a se dedicar nas campanhas eleitorais de Maceió, que elegeu Heloísa Helena vereadora.

Hoje, Fleming é Presidente do Diretório Municipal do PSOL de Maceió e Professor do IFAL/Murici.

2 Respostas para “Sobre o Fleming

  1. Faz um círculo em você nesse ato do Fora Collor pra identificar melhor. Eu não consegui descobrir quem és, mas achei a foto maneira! 🙂

  2. Martins

    É um Professor competente e um um cidadão que luta por seus direitos, seria ótimo que todos os brasileiros fossem assim… só tem dois probleminhas, Primeiro que é evolucionista segundo que é Rubro Negro kk!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s