A violência é cega?

“Costuma-se até dizer que não há cegueiras, mas cegos, quando a experiência dos tempos não tem feito outra coisa que dizer-nos que não há cegos, mas cegueiras”. (José Saramago)

Foram 2.214 homicídios ocorridos no ano passado (2010). E a certeza: oponto nevrálgico do governo Teotônio Vilela é – sem dúvida – a violência crescente em nosso Estado. Os números falam por si, porém, pior que os números são as posturas adotadas recentemente pelo mandatário do executivo estadual. Impunidade vergonhosa, indiferença com agentes penitenciários, ação de despejo de famílias camponesas e total inércia e omissão nas ações de combate as drogas.

O governo ignora, solenemente, importantes questões do debate, tanto quanto, setores chaves da sociedade que poderiam contribuir significativamente com a diminuição da violência em Alagoas.

Quando assistimos, atônitos, a confirmação estatística que Alagoas apresenta índices de violência semelhantes aos países mais violentos do mundo, como El Salvador e Honduras, sem que isso gere enorme repercussão social ou mesmo uma crescente e séria discussão nas casas legislativas do Estado, percebo atordoado, o quão violenta é nossa cegueira.

Twitter: @fleming_al

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s